Dica da semana: Torresella Pinot Grigio Rosé IGT Veneto 2012

Confesso que não compro vinhos no Pão de Açúcar com muita frequência. Admiro o projeto deles de capacitar os profissionais e ter sempre uma pessoa nas lojas para orientar os clientes, mas acho que muitas vezes existe um exagero nos preços, ou melhor, nas margens. Vejo vinhos de R$ 35 sendo vendidos a R$ 59 e acho que o serviço e a conveniência não justificam essa diferença.

De qualquer forma, como bom discípulo de Baco, estou sempre lá olhando produtos novos, garimpando alguma promoção, pois sempre é possível encontrar exceções, algo que vale a pena. Na minha opinião, uma delas é a linha da neozelandesa Yealands Estate. Bons produtos a preços justos, ainda que com sortimento limitado. Gostaria que o Pão de Açúcar, ou qualquer outra importadora, começasse a trazer o restante da linha para o Brasil.

Outra grata surpresa foi o vinho que comprei e degustei neste final de semana, o Pinot Grigio Rosé IGT Veneto 2012 produzido pela Cantina Torresella e importado no país pela Bruck. Primeiro achei estranho um pinot grigio rosé, mas após alguma pesquisa na internet, descobri que o vinho leva um pouco da uva tinta corvina, provavelmente a responsável pela sua coloração rosada, com reflexos alaranjados. Achei o vinho bastante agradável. Leve, fresco, com aromas delicados de frutas silvestres e acidez equilibrada. Aquele vinho que geralmente agrada a todos, o que aconteceu conosco. Uma ótima opção como entrada ou para acompanhar peixes e saladas. O preço também agradou, de R$ 39 por R$ 32,90, o que pode ser uma excelente alternativa para a Páscoa! Santé!

Classificação: Muito bom e Ótima compra!

Torresella Pinot Grigio Rosé

O vinho: Torresella Pinot Grigio Rosé 2012

Anúncios

Viña Borgia 2011: 100% garnacha de excelente custo benefício!

O vinho desta semana foi realmente uma grata surpresa. Fui a loja da World Wine comprar uma  garrafa do seu irmão mais velho, o Borsao Selección, que frequentemente recebe boas críticas da mídia especializada, e acabei levando também este Viña Borgia 2011, produzido pela Bodegas Borsao na ainda pouco conhecida (pelo menos no Brasil) região de Campos de Borja, Espanha. Vinho feito com 100% de garnacha, uma oportunidade de sair da cabernet ou merlot, e me convenci a pagar R$ 36 reais pela garrafa e arriscar. Quem sabe não tinha aí mais uma boa alternativa de vinho para consumo diário?

A região de Campos de Borja, também conhecida como império da garnacha, está localizada no distrito de Aragon, província de Zaragoza, e tem cerca de 68% da sua superfície plantada com esta uva, sendo o restante composto de tempranillo com 12%, e outras em menor quantidade, tais como mazuela, cabernet sauvignon e merlot. Os vinhedos mais velhos desta denominação são do ano 1.145 e mais de 2.000 dos 5.000 hectares de garnacha tem entre 30 e 50 anos de idade.

As vinhas utilizadas neste Viña Borgia tem entre 10 e 15 anos e o vinho não passa por madeira. De cor violeta escura, apresenta aromas de frutas vermelhas frescas, com destaque para cerejas e framboesas, que se repetem na boca. Tem boa estrutura e final persistente e bastante agradável, que me convidou ao próximo gole. Uma excelente alternativa aos chilenos e argentinos nessa faixa de preço, em um vinho sem exageros.

Outra agradável surpresa foi que, ao pesquisar um pouco mais sobre este vinho hoje, descobri que ele já foi eleito pela Wine Spectator como “melhor compra da semana” diversas vezes, além de também ter sido elogiado pelos críticos Robert Parker e Stephen Tanzer, o que mostra incrível consistência para um vinho que nos Estados Unidos custa entre 6 e 9 dólares! Bem, se alguém quiser provar, quem traz é a importadora World Wine ao custo de R$ 36 reais por garrafa. Santé!

Classificação: Muito bom e Ótima compra!

Viña Borgia

O vinho: Viña Borgia 2011

Leve 3 e pague 2 garrafas de Prosecco Dogarina na Cardápio Itália!

Dica imperdível para o Natal ou para as festas de Ano Novo! A importadora Cardápio Itália acaba de divulgar uma promoção com o ótimo Prosecco Millesimato Brut 2010 produzido pela vinícola Dogarina, em que o cliente leva três garrafas e paga somente duas! Sai por R$ 52 reais a garrafa, o que é muito bom para um millesimato dessa qualidade. E o frete ainda é grátis para a cidade de São Paulo!

De coloração amarelo palha, o prosecco da Dogarina traz aromas florais e cítricos muito agradáveis, complementados por um excelente frescor e acidez na boca, com um leve toque de amêndoas no final. Vai muito bem como aperitivo, com entradas ou frutos do mar. O telefone da Cardápio é (11) 3294-4001. Santé!

Dogarina

Dicas da semana (e de final de ano): Cavas Segura Viudas!

As dicas da semana são novamente espumantes, desta vez cavas produzidas pela Segura Viudas, marca premium do Grupo Freixenet. E são duas, ambas deliciosas e com preço excelente, para complementar as comemorações sem doer muito no bolso. A primeira é a Brut Reserva, que traz uma clássica coloração amarelo palha, com borbulhas elegantes e persistentes. Produzida pelo método champenoise com 50% de macabeo, 35% de parellada e 15% de xarello, tem aromas de boa intensidade e complexidade, que remetem a frutos brancos (maçã verde) e cítricos, com notas florais. Em boca traz frescor e equilíbrio, com boa acidez, final longo e frutado. Vai bem como entrada, com frutos do mar ou mesmo com um jamón espanhol. Esta cava ficou entre as 100 melhores compras de 2012 de acordo com a revista Wine Enthusiast. Já a brut rosé é produzida com 90% de trepat e 10% de garnacha e tem cor rosada viva, com aromas de morango e cereja. Muito equilibrada e com boa acidez, é perfeita como aperitivo, com saladas, salmão ou atum. Você encontra estes dois bons espumantes no site da Vinhocracia ao preço de R$ 46 por garrafa. Belo achado. Santé!

Segura Viudas

Grande feirão de vinhos em São Paulo

Acontece amanhã (08/12) a partir das 15 horas o grande feirão de vinhos organizado pela sommeliére Patricia Brentzel, onde os participantes poderão degustar mais de 50 rótulos antes de comprá-los a preços especiais. O encontro acontecerá no Ristorante Roma em Higienópolis e contará com a participação de diversas importadoras, dentre ela a MS Import, Cultvinho e Wine Lovers.

Ingressos somente antecipados através do telefone (11) 2579-6001 ou pelo email contato@patriciabrentzel.com.br

Santé!

Feirão de Vinhos

Vinícola Yealands Estate recebe prêmio de sustentabilidade

A vinícola neo-zelandesa Yealands Estate acaba de ser nomeada a Mais Sustentável Média Empresa do Mundo na cerimônia do International Green Awards em Londres. A Yealands, baseada em Marlborough, superou uma eclética lista de concorrentes que incluiu desde o produtor de energia “verde” Ecotricity, até um fabricante de chá orgânico australiano, sendo a única vinícola participante.

Philip Gregan, CEO da New Zealand Winegrowers, considerou a vitória um grande endosso às práticas sustentáveis de produção de vinhos adotadas no país. “Para nós, sustentabilidade significa usar os recursos disponíveis de forma mais inteligente, garantindo a oferta futura e a nossa rentabilidade”, comentou Peter Yealands, fundador da vinícola. “Nós trabalhamos com a visão de adotar as melhores práticas desde a vinha até o engarrafamento”, acrescentou. Algumas das práticas mais incomuns na Yealands incluem tocar música clássica para as vinhas e utilizar pequenas ovelhas para manter a grama aparada. Por outro lado, a vinícola também usa energia solar e eólica, e seus esforços para cortar ao máximo as emissões de gás são certificados pela CarbonZero.

No Brasil, os vinhos da Yealands podem ser encontrados nas lojas do Pão de Acúcar, que é importador exclusivo da linha Yealands Way nas variedades Pinot Noir, Sauvignon Blanc, Riesling e Gewürztraminer, com preços variando entre R$ 40 e R$ 52 reais, mas que frequentemente entram em promoção. A empresa também produz os vinhos com a marca própria da rede, Club des Sommeliers, normalmente com preço ainda menor. Eu já provei o Pinot Noir e o Sauvignon Blanc e gostei de ambos, especialmente do branco, que tem acidez, frescor e uma boa relação preço-qualidade. Uma excelente opção para conhecer os vinhos do país que geralmente passa despercebida por muitos enófilos. Além da linha Yealands Way, a empresa ainda produz outros 25 vinhos, incluindo 2 espumantes, os quais gostaria de ver logo por aqui. A preços justos, claro. Santé!

Dica da semana: Prosecco Poggio delle Robinie da Cecilia Beretta!

Já que estamos bem próximos do final do ano, pensei em indicar alguns espumantes que, na minha opinião, entregam qualidade, mas também cabem no bolso, sendo portanto ótimas opções para brindar e celebrar as festas com a família e os amigos. E nossa primeira opção é o Prosecco Treviso DOC Poggio delle Robinie da vinícola Cecilia Beretta, uma empresa pertencente a família Pasqua, que possui diversas propriedades na região do Vêneto.

Elaborado com 100% da uva glera (antiga prosecco), possui cor amarelo palha com tons esverdeados, trazendo aromas de frutas tropicais, com algumas notas florais. Na boca é fresco, tem boa acidez, equilíbrio, resultando em um vinho prazeroso e extremamente fácil de beber. Vai bem com saladas, carnes brancas, frutos do mar, ou mesmo só com uma boa companhia. Um belo achado pelos R$ 39 cobrados pela importadora Vínica. E eles ainda tem um Prosecco DOCG Superiore Millesimato, irmão mais velho (e mais elegante) do Robinie, que também é uma delícia e custa R$ 69. Santé!

O vinho:  Prosecco Treviso DOC Poggio delle Robinie