Lugar de vinho é na taça! Mas que tipo de taça?

Imagine passar o ano todo viajando pelo mundo mostrando a enófilos e profissionais como o formato e o tamanho dos bojos de cada taça podem garantir que o aroma e o sabor do vinho mostrem o seu máximo potencial? Essa é uma das principais responsabilidades de Maximilian Riedel, pertencente à 11ª geração da família Riedel, e um dos principais executivos da empresa de mesmo nome, considerada um sinônimo de taças e decanters para vinhos e outras bebidas. O avô de Maximilian, o austríaco Claus Riedel, foi o primeiro vidraceiro da história a entender que o gosto do vinho é afetado pela taça em que ele é degustado. Desde então, há mais de 50 anos, a Riedel se dedica a comprovar que degustar um vinho em uma taça adequada realmente faz uma grande diferença. Atualmente, eles produzem de mais de 400 modelos de taças para vinhos e outras bebidas, além dos decanters. “Não é possível explicar com palavras. É necessário sentir. O material é exatamente o mesmo das outras taças. O que nos torna únicos é o “know how”, a forma como trabalhamos com elas, dando formatos especiais que evidenciam as características das variedades dos vinhos”, comenta Maximilian. Mas ele avisa: “não adianta comprar a taça certa e um vinho de R$ 10 esperando que ele se transforme num Pétrus, porque nossas taças não fazem milagres”.

O post de hoje é justamente sobre as taças. Que tipo de taças devo utilizar para degustar os meus vinhos? Preciso realmente ter uma coleção de taças para conseguir apreciar cada um deles? Existem taças que se adequam a mais de um tipo de vinho? Essas são apenas algumas das perguntas que enófilos iniciantes podem fazer ao tentar entender que taças se adequam melhor à sua adega, ao seu gosto, e por que não, ao seu bolso também.

Antes de descrevermos os principais modelos de taças, vale a pena repassar uma regra fundamental: nada de taças coloridas ou com o vidro/cristal trabalhado! Seja no bojo ou na haste, se quisermos ter uma experiência completa, precisamos também ter uma visão completa do vinho e da sua tonalidade. Para isso, as taças devem ser totalmente transparentes. Deixemos as taças coloridas para água ou como peças decorativas!

Vamos em frente, então! A grande maioria das taças tem 3 partes: a base, a haste e o corpo, mais especificamente o bojo. Enquanto as duas primeiras não tem praticamente nenhum impacto sobre o vinho, o tamanho do bojo pode influenciar a intensidade dos aromas, e seu o formato pode direcionar a bebida para partes diferentes da boca e da língua. Alguns formatos destacam a fruta, outros os taninos. Especialistas em vinho dividem as taças em diversas categorias, incluindo, mas não limitadas a: taças para vinho tinto, taças para vinho branco, taças para espumantes e champagne, e taças para vinho doce.

Vinho tinto: geralmente as taças para vinho tinto são bojudas, e às vezes mais altas. O bojo maior faz com que o vinho tenha mais contato com o ar, fazendo-o respirar mais dentro da taça e, consequentemente, resultando em uma melhor percepção dos seus ricos e muitas vezes complexos aromas. Ao servir, a quantidade na taça não precisa ser muito grande. Desta forma, você conseguirá girá-la confortavelmente, sem correr o risco de derramar, e o vinho poderá desenvolver suas qualidades. Dentre as diversas especificações de taças para tintos, as principais são para os vinhos de bordeaux e da borgonha. Taças para vinhos bordaleses são geralmente mais altas, o que tecnicamente permite que o vinho flua até o fundo da boca. Já as as borgonhesas têm o bojo mais curto e largo, permitindo com que o fluxo de vinho vá para a ponta da língua, onde a percepção de doçura é mais acentuada.

Vinho branco: taças para brancos têm o bojo menor, pois estes vinhos não precisam de muita aeração para desenvolver seus aromas e devem ser servidos em quantidades menores em função da temperatura de serviço mais baixa, fazendo com que o líquido sofra pouca influência do calor externo. Recomenda-se evitar segurar a taça pelo bojo para que a temperatura não suba durante a degustação, afetando o seu sabor. Tecnicamente, brancos jovens podem se beneficiar de bojos mais abertos, o que dispersa o vinho na ponta da língua, sensível à doçura, e posteriormente, na parte lateral, sensível à acidez.

Vinho espumante ou champagne: com bojo estreito e alto, as taças flauta (flute) são as mais adequadas para vinhos espumantes, pois mantém as borbulhas (perláge) por mais tempo e potencializam os seus aromas frescos e delicados.

Vinho doce: taças para vinhos doces, tais como vinho do Porto, Tokaij e Sauternes, geralmente têm bojo menor para limitar a quantidade de vinho degustada e para que o líquido seja direcionado para a ponta da língua, sensível à doçura. Um bojo mais estreito ajudará a concentrar e direcionar os aromas para o nariz.

Minha recomendação é que você tenha pelo menos um conjunto de taças para espumantes, um para vinho tinto, e um outro para branco, se achar necessário. Alguns fabricantes, como a própria Riedel, cujo catálogo é bastante extenso, possuem algumas linhas de taças “coringa”, cujo tamanho serve tanto para tintos, como para brancos. Diversas marcas também oferecem taças específicas para cada tipo de uva, muitas vezes mais de um tipo de taça por uva! Não estou dizendo que não sejam um bom investimento, pelo contrário, mas tê-las é uma opção de cada um e também uma questão de orçamento, pois a brincadeira pode ficar cara.

As marcas que mais gosto e uso? Riedel, Schott Zwiesel e Spiegelau (empresa pertencente ao grupo Riedel). Melhor relação preço-qualidade? A linha Vinum da Riedel, ou a ainda mais econômica linha Cru Classic da Schott Zwiesel, comercializada somente pela importadora Grand Cru, cujas taças contêm titânio, e são ainda mais resistentes! Santé!

Os diversos tipos de taças para vinho

2 respostas em “Lugar de vinho é na taça! Mas que tipo de taça?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s